ÁLCOOL – FUNÇÕES ORGÂNICAS – 5° AULA E VÍDEO COM EXERCÍCIOS

0
72

OI, GALERA!

SAINDO DA FUNÇÃO HIDROCARBONETO, VAMOS PARA O ÁLCOOL!

Essa função é caracterizada pela presença de OH ligado a carbono saturado, ou seja, um carbono com simples ligações.

Podem ser de cadeias cíclicas, podem ter ramificações. Mas é bom saber que os álcoois são solúveis em agua e até 11 carbonos na cadeia são líquidos.

Fórmula geral dos álcoois: R‒OH onde R representa a cadeia de carbonos.

Fórmula geral dos álcoois: R‒OH

Os álcoois podem ser classificados de acordo com o número de grupos hidroxilas presentes na estrutura:

  • Uma hidroxila 1OH : monoálcool
  • Duas hidroxilas – 2 OH : diálcool
  • Mais de três hidroxilas- + 3 OH : poliálcool
monoálcool – uma hidroxila
diálcool – 2 hidroxilas
triálcool – 3 hidroxilas

Os álcoois também podem ser classificados de acordo com o tipo de carbono onde a hidroxila está ligada:

Álcool primário está com o OH ligado em carbono primário

álcool primário

álcool secundário está com o OH ligado em carbono secundário:

àlcool secundário

Álcool terciário – OH ligado em carbono terciário

álcool terciário

NOMENCLATURA DOS ÁLCOOIS :

A regra da colocação do nome segue a mesma linha dos hidrocarbonetos.

Mas como a função é ÁLCOOL- A TERMINAÇÃO É OL

Como nos álcoois há a presença de um grupo funcional, a contagem da cadeia principal deve iniciar na extremidade mais próxima da hidroxila.

VOCÊ VAI CONTAR OS CARBONOS COMEÇANDO DO LADO MAIS PRÓXIMO DA FUNÇÃO!
É ELA QUE MANDA NA NUMERAÇÃO DOS CARBONOS AGORA.
O PRIMEIRO CARBONO ESTÁ LIGADO NO OH, O SEGUNDO FICA NA NO OUTRO EXTREMO

NOME DESSE ÁLCOOL: ETANOL – ET ( DE 2 CARBONOS) AN ( SIMPLES LIGAÇÕES) E OL ( TERMINAÇÃO DA FUNÇÃO ÁLCOOL)

AGORA VEJA ESSE :

1- LEMBRE QUE OS CARBONOS QUE CONTÉM AS HIDROXILAS DEVEM TER O MENOR NÚMERO POSSÍVEL.
ISSO DETERMINA POR ONDE COMEÇAR A CONTAR- NO CADO DA DIREITA PARA ESQUERDA.

ESSA CADEIA TEM 6 CARBONOS. NO CARBONO 1 E NO CARBONO 4 TEM AS HIDROXILAS- OH.

HEXAN-1,4-DIOL – hex de 6 carbonos, an de simples ligações , numeração de onde estão as hidroxilas( e como são duas, dois números e a palavra di)

e se tiver um álcool ramificado? Como fica a nomenclatura?

1- de qualquer forma comece a contar do carbono mais próximo da função.

São 6 carbonos. No carbono 2 está o OH e no carbono 4 o radical metil ( lembre que a ponta representa um carbono)

Sempre o nome do radical vem primeiro: 4-metil-hexan-2-ol

( – 4 representa onde está o radical e o 2 onde está o OH da função )

ALGUNS ÁLCOOIS IMPORTANTES:

Álcool metílico (metanol)

metanol (CH3OH) é um líquido inflamável de chama invisível, muito utilizado na fórmula Indy. Devido a característica de sua chama, as equipes de trabalho na área recebem treinamento especial para evitar acidentes. Seu manuseio exige cuidados especiais e cautela ao contato com a pele, pois o metanol causa irritação às membranas das mucosas, tendo efeito mais agressivo no sistema nervoso.

Álcool etílico (etanol)

O etanol (C2H5OH) é muito usado como combustível, principalmente em países mais tropicais, devido a sua baixa temperatura de operação e sua queima limpa em comparação à GASOLINA e ao óleo DIESEL, pois não libera compostos de enxofre na atmosfera. No Brasil, é obtido pela fermentação principalmente da cana de açúcar, mas pode ser obtido de diversas outras fontes.

Colesterol

O colesterol (C27H45OH) é um esteroide que compõe as membranas celulares de todos os mamíferos, sendo transportado pelo plasma sanguíneo. É um álcool policíclico de cadeia longa, insolúvel em água e no sangue, e por esta razão, ao ser transportado, se liga a proteínas hidrossolúveis.

Qual a função do álcool gel no combate ao COVID-19?

O etanol (álcool etílico) atua como desinfetante e antisséptico, agindo na desnaturação proteica e lipídica dos microrganismos patogênicos que possam estar depositados nas superfícies de objetos e da própria pele.

Estudos mostram que a concentração mais eficaz contra os microrganismos é a de 70%, valores próximos abaixo ou acima deste (60 – 80%) também mostram resultados satisfatórios.

Isso porque, há necessidade de um percentual de água na composição desse produto para que a evaporação do álcool não seja imediata, fato que diminuiria a eficácia em lisar a estrutura do patógeno.

Além disso, é por meio dessa água que o álcool é levado para o interior da bactéria, vírus ou fungo.

Em relação ao COVID-19, o uso do álcool gel 70% é uma recomendação da OMS. Salienta-se que não se deve produzir o próprio álcool gel, visto que a concentração resultante pode não ser a necessária para atuar como germicida tornando o indivíduo susceptível à contaminação.

pesquisas: Sarnamed.com

brasilescola.uol.com

Química: princípios e aplicações ( livro 3) Pereira, Chemello, Proti, |Ciscato

Se quiser, ouça o podcast sobre o Corona Vírus 19 no Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here