ALDEÍDOS E ÁCIDOS CARBOXÍLICOS- 7º AULA

0
298

OI, GALERA!

PRIMEIRO VAMOS LER O RESUMO E DEPOIS ASSISTAM AO VÍDEO!

ALDEÍDOS:

_ Lembra que nas cetonas, o grupo carbonila ( C=O ) não podia ficar no final da cadeia? Então, o motivo é esse- NESSE CASO É OUTRA FUNÇÃO!!!!

Os aldeídos são denominados de compostos carbonílicos porque apresentam o grupo carbonila C = O. Esses compostos são incolores, e os de tamanho inferior têm cheiro irritante e os de cadeia carbônica maior têm cheiro agradável, na natureza podem ser encontrados nas fases sólida, líquida ou gasosa.

Essa classe de compostos pode ser encontrada em flores e frutos. Veja a estrutura da forma mais simples de aldeído:

Veja que tem um carbono- met simples ligações- an terminação da função aldeído= al nome final : metanal Lembre que só vamos numerar a cadeia quando tiver ramificações, porque, sendo ponta de cadeia, o carbono 1 sempre será o da função. imagem- Brasil Escola

Principais aldeídos:

Etanal: de fórmula C2H4O, esse composto é usado como matéria-prima na indústria de pesticidas e medicamentos. É também conhecido como aldeído acético, e possui uma importante função na fabricação de espelhos: o etanal reduz os sais de prata através de reação e os fixa no espelho para reflexão da imagem.

Metanal: quem já visitou um laboratório de anatomia sabe bem do que se trata esta substância, aquele cheiro que irrita as narinas provém de uma solução de metanal (37% de metanal e 63% de água), essa solução é usada para conservar cadáveres humanos e animais para estudos posteriores. Na verdade é mais conhecida como formol e é empregada ainda na fabricação de desinfetantes (antissépticos) e na indústria de plásticos e resinas.

O formol (ou formaldeído) é um gás incolor em temperatura ambiente que tem a propriedade de desnaturar proteínas, essas ficam mais resistentes não sendo degradadas pela ação de bactérias, daí o porquê do formol ser aplicado como fluido de embalsamamento.
Nomenclatura de cadeias ramificadas – aldeídos:

Nomenclatura de aldeídos segundo as regras da IUPAC
Em cada exemplo, a numeração parte do carbono da função, que fica nas pontas. Esse é o carbono 1 . A partir dele numere os outros carbonos e depois complete o nome, lembrando que os radicais iniciam a nomenclatura. imagem: mundoeducacao.uol.com.br

ÁCIDOS CARBOXÍLICOS 

Os ácidos carboxílicos são os compostos que apresentam o grupo carboxila no início ou fim da molécula.

A carboxila é representada por COOH e representa a união do grupo carbonila (C=O) e da hidroxila (OH).

ácido carboxílico
R representa uma cadeia de carbonos. Essa também é uma função de ponta de cadeia. imagem:todamateria.com.br

Nomenclatura:

A nomenclatura dos ácidos segue a seguinte ordem:

Esquema para nomenclatura de ácido carboxílico
Regra para nomenclatura de ácido carboxílico

Inicialmente, deve-se escrever o prefixo, considerando o número de carbonos na cadeia. Após isso, é preciso verificar as ligações existentes e dar a denominação correta a elas. Por fim, adiciona-se o termo oico.

As insaturações e ramificações da cadeia devem ser numeradas.

A numeração sempre inicia a partir da extremidade mais próxima do grupo funcional, no caso o grupo carboxila.

Confira algumas nomenclaturas de ácidos carboxílicos:

Exemplos de nomenclatura de ácidos carboxílicos
não esqueça que essa função tem que iniciar com o nome ácido- depois os radicais, se tiverem, e o nome , não esquecendo que o final dessa função é OICO. imagem: todamateria.com.br

Ácidos importantes:

Ácido metanoico

O ácido metanoico ou ácido fórmico recebeu essa denominação por ser extraído pela primeira vez da destilação de formigas. O ácido é injetado pelas formigas vermelhas e causam coceira e inchaço no local picado.

É um ácido incolor, líquido e de cheiro forte.

O ácido metanoico pode ser obtido da reação do monóxido de carbono e soda cáustica.

Ácido etanoico

O ácido etanoico  ou ácido acético é o principal componente do vinagre.

É um líquido incolor, de cheiro forte e sabor azedo.

Além do uso alimentar, o ácido acético também é usado nas indústrias para produção de substâncias que compõem tintas, solventes e corantes.

pesquisas: Brasil escola, mundoeducacao.com.br ; toda materia.com.br

Mais um vídeo do CANAL XQUIMICA:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here