COBALTO- MAIS UM ELEMENTO DA FAMÍLIA 8B

0
85

ALÔ PESSOAL!!!!
TUDO BEM?
Mais uma vez vamos insistir na família 8B, pois há muitos elementos interessantes como o cobalto.
Primeiro tem uma  cor azulada muito linda e muitas aplicações.
Vamos lá:
O cobalto é um elemento metálico relativamente raro, mas que ocorre na
natureza associado a outros minérios, como prata, chumbo e cobre. A
principal utilização é na produção de ligas metálicas. Vários sais de
cobalto, como acetato de cobalto II ou III, naftenato e octanato, são
usados como pigmentos na indústria de vidro e de cerâmica e como agente
secante de tintas e vernizes. Os óxidos são utilizados como
catalisadores nas indústrias química e de óleos (Figura 1). O nome do
elemento é proveniente do alemão kobalt ou kobold, que
significa espírito maligno ou demônio das minas, chamado assim pelos
mineiros devido a sua toxicidade, e os problemas que ocasionava eram
semelhantes aos do níquel, contaminando e degradando os elementos que se
desejava extrair. Uma importante utilização do metal é na forma
Cobalto-60, que é aplicado para tratamentos médicos e no método de
irradiação de alimentos. Essa última utilização tem revelada importância
diferencial para os produtores de frutas e hortaliças. A irradiação tem
como objetivo destruir os organismos que causam a deterioração e
envenenamento do alimento. Além disso, o cobalto em pequena quantidade é
um elemento químico essencial para numerosos organismos, incluindo os
humanos, além de ser um componente central da vitamina B12.

O cobalto é encontrado naturalmente em
rochas, solos, águas, plantas e animais em quantidades-traço. As fontes
naturais de emissão do composto para a atmosfera são vulcões e incêndios
florestais. As fontes antropogênicas incluem queima de combustíveis
fósseis, uso de biossólidos e fertilizantes fosfatados, mineração e
fundição de minérios contendo cobalto e processos industriais que
utilizam compostos de cobalto.
O cobalto liberado para a atmosfera é
depositado no solo e água superficial por deposição seca e úmida. No
solo, o metal geralmente apresenta baixa mobilidade e forte adsorção,
porém a adsorção aumenta em solos ácidos. A precipitação mineral e a
adsorção são dois processos que limitam as concentrações do metal na
água.
2. Exposição humana e efeitos à saúde
As vitaminas do complexo B são as
maiores responsáveis pela manutenção da saúde emocional e mental do ser
humano e o cobalto faz parte da composição química da vitamina B12 .
No organismo o cobalto tem como
principal função prevenir a anemia, por meio da produção de células.
Outra função importante é que o cobalto regula o sistema nervoso
parassimpático. Observa-se deficiência do cobalto em doenças como
anemias, ansiedades, diarreias, fadigas físicas e mentais, nas
hipertensões arteriais, nas palpitações e tremores de extremidades. O
que pode inibir sua presença no organismo humano são as deficiências de
vitamina B-6 e ferro. Deste modo, recomenda-se a ingestão de vegetais,
em especial a lentilha, produtos à base de soja e seus derivados, pêras,
cerejas, leites, laticínios, amendoim, ervilha, manteiga, sardinha,
salmão, entre outros .
Pessoas que mantêm uma dieta vegetariana
possuem níveis de cobalto inferiores aos de uma pessoa que tem o hábito
de comer carne o que pode levar à anemia e aos outros efeitos já
mencionados.
A quantidade insuficiente de ácido
clorídrico no estômago, dificulta a digestão e a assimilação do cobalto
que está sendo ingerido. A insuficiência do pâncreas, responsável pela
produção de várias enzimas digestivas também acarreta redução nos níveis
de cobalto.
Outro exemplo são os diabéticos, que,
além do baixo teor de cobalto no organismo, também possuem deficiência
de vitamina B-12. No período menstrual, mulheres que têm náuseas,
enxaquecas e cólicas fortes podem apresentar baixos níveis desse
mineral.
O baixo teor de cobalto no organismo é
responsável pelos seguintes sintomas: fadiga crônica, falta de
resistência a pequenos esforços ou resfriados, alergia e coriza, perda
de sensibilidade física e emocional, estado de depressão e anemia.
fonte: http://www.cienciasparalelas.com.br
QUEM DIRIA QUE O COBALTO TINHA TANTAS APLICAÇÕES????
E o azul de cobalto? O que é????
Próximo post!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here