DROGAS E SUAS ASSOCIAÇÕES

0
371

OI GALERA!!!

VAMOS FALAR SOBRE DROGAS?

Todos já conhecem as mais usadas.  Infelizmente são facilmente encontradas em baladas, raves, shows.

A mistura de drogas com energéticos e álcool são bem utilizadas.

Mas, e misturar drogas? Tipo, um coquetel?

Aqui algumas misturas bem assustadoras….

Cocaína e ecstasy, nessa ordem, estão entre as substâncias mais usadas pelos brasileiros, de acordo com o mapeamento feito pela Liga de Neurologia e Neurocirurgia Funcional da Paraíba e apresentado no Congresso Brain 2018.

 

Os dados foram coletados a partir do Sistema Único de Saúde e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes, com informações de 2005 a 2015, e mostram que o número de adictos é expressivo sobretudo entre os jovens: 17,9%, contra 7,2% da população em geral.

“Menores de 21 anos são mais vulneráveis, porque o lobo frontal cerebral, responsável pelo comportamento, ainda não está suficientemente maduro”, analisa o pesquisador Victor Ribeiro Xavier Costa, da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba e um dos autores do trabalho.

“E não adianta só focar em coibir a droga. É preciso atuar no entorno social dessas pessoas”, opina.

 
MISTURA DE DROGAS –

 
 

A KETAMINA

 
A Ketamina é uma substância psicadélica dissociativa usada medicinalmente como anestésico veterinário e humano. É uma das poucas substâncias psicadélicas viciantes. Afeta o cortex e o sistema límbico. A sua administração produz rapidamente um efeito analgésico e amnésico. A perda de consciência dura de 10 a 15 minutos após uma administração intravenosa, a analgesia dura 40 minutos e a amnésia pode durar 1 ou 2 horas. O período necessário para retomar as capacidades pode ser de várias horas, e é por vezes acompanhado por sonhos desagradáveis e alucinações. Praticamente 50% dos indivíduos com mais de 30 anos sentiram excitação ou delírio, ou foram incomodadas por alucinações visuais. Isto é muito menos comum, entre os mais jovens, pelo que é principalmente utilizada em cirurgia infantil.

 

COCAÍNA
Resultado de imagem para COCAINA formula
Muitos efeitos devem-se à estimulação dos sistemas simpático e dopaminérgicos diretamente. A cocaína causa danos cerebrais microscópicos significativos com cada dose. Com o início do consumo regular os danos tornam-se irreversíveis.
Os seus efeitos imediatos duram 30-40 minutos. Entre os efeitos descritos da droga no sistema nervoso central estão: Euforia, sensação de poder, ausência de medo e ansiedade, agressividade, excitação física, mental e sexual, anorexia (perda do apetite), insônias, delírios, cardiovasculares, aumento da força e freqüência cardíacas, palpitações (sensação do coração a bater rápido contra o peito), hipertensão arterial, vasoconstrição, além de urgência de urinação, tremores, midríase: dilatação da pupila, hiperglicemia, saliva grossa.
 
Efeitos em altas doses
Convulsões e depressão neuronal ocorrem com doses mais altas. No entanto, a dose exata que vai causar um tipo de efeito mas não outro em um indivíduo, é indeterminável. Também podem ocorrer alucinações, paranóia (geralmente reversível), taquicardia, convulsões, depressão do centro neuronal respiratório, depressão vasomotora, e até mesmo coma e morte.
As overdoses de cocaína são rapidamente fatais. Caracterizam-se por arritmias cardíacas, convulsões epilépticas generalizadas e depressão respiratória com asfixia. Se a morte não ocorrer em até 3 horas após o início dos sintomas, o doente deverá se recuperar, demorando algum tempo para que isso ocorra.
 
Interativamente, a Ketamina não deve ser utilizada com depressivos respiratórios, nomeadamente o álcool, os barbitúricos, ou o Valium.
A Ketamina tem sido usada sem efeitos interativos prejudiciais com a marijuana, o LSD, o óxido nítrico, o dextrometorfano, e o MDMA (3,4-metilenedioximetamfetamina), embora não se recomendem misturas e estas sejam normalmente desnecessárias devido à totalidade do efeito da Ketamina. Não tem um efeito colaborante com alucinogénios e normalmente domina os efeitos das outras drogas.
ANFETAMINAS :
Esta não é apenas uma droga, é um grupo de drogas estimulantes que realmente mexe com a serotonina no cérebro. E reforça o senso de foco, a pessoa vivencia euforia, e permite que o indivíduo fique acordado até tarde da noite. Estes são apenas alguns dos sintomas. Infelizmente, os efeitos a longo prazo incluem o cérebro ativo de tanta falta de sono e tantos outros problemas desnecessários. 
COCAÍNA:
Sim, a cocaína é ainda uma droga super popular. A cocaína é feita da planta adorada de coca, daí os hábitos altamente viciantes de chocolate por muitos, e na era vitoriana foi usada para tratamento de dor. No entanto, a sociedade tem sido mais consciente, e agora é apenas popular com as pessoas buscando intensidade ou procurando ter uma “noite realmente divertida” de vez em quando. 
MDMA
MDMA é conhecida por produzir sentimentos de euforia e bem-estar. No lado negativo, isso faz a pessoa sentir-se como sem medo no mundo, e afirmando que pode voar. Por causa de toda campanha em torno desta droga, se tornou um dos distintivos mais famosos de festa,
 
Fonte: https://top10mais.org/top-10-drogas-mais-populares-atualmente/

fontes:
https://azarius.pt/encyclopedia/39/ketamina/

Wikipédia

https://saude.abril.com.br/bem-estar/quais-sao-as-drogas-mais-usadas-pelos-brasileiros/

artigo revisado e atualizado em 5/agosto/2019

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here