LEITE CONTAMINADO COM FORMOL

0
415

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!!!
Mas que notícia preocupante! Não se respeita a vida alheia, o pensamento é somente lucro!
Atenção para esse informe do G1- Portal de notícias da Globo:
Centro Estadual de Vigilância em Saúde, da Secretaria da Saúde do Rio Grande  do Sul,
divulgou na tarde desta quarta-feira (8) uma nota técnica sobre a
possível fraude no leite, investigada pelo Ministério Público na
Operação Leite Compensado.
 O texto contém orientações sobre a
intoxicação por formaldeído, substância encontrada nos lotes não
recomendados para consumo.

Segundo o CEVS, a intoxicação por formaldeído por ocorrer por inalação,
ingestão e contato com pele e olhos. O órgão orienta quem apresentar os
sintomas a procurar atendimento médico, contatar a Vigilância em Saúde
do município onde mora ou ligar para o Disque-Vigilância do CEVS pelo
telefone 150, e manter o produto na embalagem original na geladeira.
Quem tiver embalagens fechadas dos produtos dos lotes não recomendados
para consumo deve guarda-los e comunicar Ministério Público pelo e-mail consumidor@mp.rs.gov.br.

Inalar o produto pode causar dor de cabeça, tosse, falta de ar,
vertigem, dificuldade para respirar e edema pulmonar, além de irritação
nos olhos, nariz, mucosas e trato respiratório superior. Em altas
concentrações, pode provocar  bronquite, pneumonia ou laringite.

Já quem ingerir formaldeído pode ter dor na boca e faringe, dores
abdominais com náuseas, vômito e perda de consciência. Ainda pode
ocorrer proteinúria (perda de proteína), acidose (diminuição do pH),
hematemesis (vômito de sangue), hematúria (sangue na urina), anúria
(diminuição na urina), vertigem, coma e morte por parada respiratória.

Contato com o vapor ou com o próprio formaldeído pode deixar a pele
esbranquiçada e áspera e causar sensações de anestesia e necrose. Em
longos períodos, os sintomas são dermatite e hipersensibilidade,
ressecamento e ulcerações. Já o contato com os olhos pode causar
conjuntivite.

Lotes não recomendados para o consumo, segundo o MP

Leite Líder – UHT Integral
SIF 4182 – Fabricação: 17/12/12
Lote: TAP 1 MB

Leite Italac – UHT Integral
Goiás Minas – SIF 1369
Fabricação: 30/10/12 – Lote: L05 KM3
Fabricação: 5/11/12 – Lote: L13 KM3
Fabricação: 7/11/12 – Lote: L18 KM3
Fabricação: 8/11/12 – Lote: L22 KM4
Fabricação: 9/11/12 – Lote: L23 KM1

Leite Italac – UHT semidesnatado
Goiás Minas – SIF 1369
Fabricação: 5/11/12 – Lote: L12 KM1

Leite Mu-Mu – UHT Integral
Vonpar – SIF 1792

Fabricação: 18/01/13
Lote: 3 ARC

Leite Latvida – UHT Desnatado
VRS – Latvida – CISPOA 661
Fabricação: 16/2/2013 Validade: 16/6/2013
O MP não divulgou o número do lote
A fraude acontecia no transporte entre o produtor e a indústria. De
acordo com a investigação, suspeitos de cinco transportadoras compraram
98 toneladas de ureia, quantidade suficiente para adulterar 100 milhões
de litros de leite em um ano.

 As investigações apontam para adição de ureia agrícola com formaldeído,
acrescido no leite cru por fazer parte da composição do produto. A
adulteração tinha como objetivo aumentar o volume com água e tentar
manter os padrões do leite.

FÓRMULA E ASPECTTO DA URÉIA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here