NOTÍCIA INTERESSANTE: GASTRONOMIA MOLECULAR

0
197


PODEM DISCUTIR O QUE QUISEREM, MAS QUÍMICA MOVIMENTA O MUNDO!
VEJA SÓ ESSAS PÉROLAS DE MARACUJÁ. FEITAS PELO VITOR HUGO, DO BLOG ABAIXO.
SEM DÚVIDA, ELE RECORREU ÀS TECNICAS QUÍMICAS DE MUDANÇAS DE ESTADO PARA CHEGAR NESSE RESULTADO.( RIMOU E NÃO TIVE CULPA!)NÃO É À TOA QUE O RAMO DELE SEJA FARMÁCIA E CULINÁRIA!
“O caviar da foto é um teste para ver se dava certo ou não. A técnica utilizada surrupiei do vídeo feito pelo chef Xavier Pauly que usa ágar ou kanten, como é conhecido na culinária oriental.
O ágar é uma substância com poder geleificante, mas não é gelatina! Ao contrário dela, ágar é de origem vegetal (extraída de uma variedade de algas), classificado como carboidrato (do tipo polissacarídeo). Enquanto, gelatina é feita basicamente de proteínas.
Para fazer é bem simples, a quantidade de ágar ficam em torno de 1-1,5%. Ou seja, para cada 100mL de líquido deve-se adicionar 1g de ágar. Misturar bem, levar ao calor até dar uma fervida… e modelar. Lembre-se: fica “sólido” quando atinge 30-40°C. Está certo que dessa vez tive que usar uma colher para ir gotejando, demorou. Não tinha a bisnaga na loja.
Nessa técnica para preservar o formato de esferas, o líquido foi gotejado em azeite mesmo estando em temperatura ambiente foi suficiente para resfriar. Pode deixar por alguns segundos e depois transferir para água sem problema algum.”( texto extraído do blog prato fundo- agradecimentos!)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here