PIPOCAS!

0
61

OI GALERA!!

VAMOS DESCOBRIR POR QUE O MILHO VIRA PIPOCA?

A pipoca é uma variação do milho que conta com uma estrutura bastante semelhante à do original, sendo composta por amido, água e uma casca bem dura.

Apesar de parecer uma questão extremamente complexa, o segredo por trás dessa “mágica” que é o estouro das pipocas é bastante simples: água! É a expansão da umidade dentro do grão que o faz explodir.

Essa água se encontra dentro das pipocas, junto com o amido. Quando você coloca a porção desejada em uma panela e tudo começa a esquentar, o amido se funde à umidade, o que acaba criando uma espécie de cadeia de bolhas gelatinosas. A expansão faz com que os grãos explodam e esse núcleo se torna aquela parte branca da pipoca que todos nós adoramos.

NA VERDADE NINGUÉM SABE, AO CERTO, A ORIGEM DA PIPOCA!

Ao que tudo indica, a pipoca tem a sua origem nas regiões do México e do Peru, mesmo que os arqueólogos garantam que ela também já era plantada em outras partes do planeta, como a China ou a Índia.

Durante os eventos seguintes à descoberta da América por Cristóvão Colombo, nativos tentaram por muitas vezes vender a pipoca para os colonizadores, entretanto, o consumo e sua consequente popularização só ocorreu certo tempo depois.

COMPONENTES DA PIPOCA:

A pipoca tem sabores e aromas.

Eles são definidos por substancias químicas que veremos agora:

OS AROMAS:

Resultado de imagem para 2 acetil pirrol line
2-acetyl-1-pyrroline – CONTRIBUI PARA O AROMA DE “ASSADO” ( imagem – blog Clube da Química)





Resultado de imagem para 2-furfurylthiol
2-furfurylthiol – tem o aroma de café torrado ( imagem: Wikipédia)
Resultado de imagem para 2,4- decadienal
2,4- decadienal – é gordura dá o aroma de fritura para a pipoca ( imagem (SIELC)



OS SABORES :

Resultado de imagem para 2,3-butanodiona
2,3- butanodiona ( imagem Wikipedia)
Resultado de imagem para 2,3-pentanodiona
2,3- pentanodiona ( imagem Merck Millipore)

Os aromas são adicionados e podem causar problemas respiratórios nas pessoas que estão manipulando esses componentes químicos em grande quantidade.

A inalação provoca problemas pulmonares.

Lembre que os sabores são os mesmos em qualquer pipoca, mas os aromas são adicionados nas pipocas de microondas e nas pipocas do cinema.

Todo milho vira pipoca?

Não… o milho comum tem a casca muito mais dura e pouco amido dentro- aquela parte branquinha que faz toda a diferença.

O milho para pipoca é um grão menor, arredondado, casca mais fina e com bastante amido.

Agora você está quimicamente apto a devorar seu pacote de pipocas quentinhas!!!

pesquisa:
https://www.compoundchem.com/2017/01/19/popcorn/


https://www.tecmundo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here