POR QUE A NEVE É BRANCA?

0
183

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!
Voces estão voltando de férias e antes de iniciar nossas revisões para o ENEM  e vestibulares, vamos ver esse assunto, que pode ser uma questão, ou dissertação, uma vez que nevou em várias localidades do sul do país, neste ano.

E a neve veio…

22 de julho de 2013 

As fotos são do repórter Mateus Schuch, da Rádio Gaúcha Serra, que está em São José dos Ausentes.

Uma das razões pela qual várias pessoas adoram a neve é porque ela
envolve tudo com uma camada de gelo clara e “pura”. No fim de ano é
muito comum ouvir falar em “Natal Branco”. Há até mesmo uma canção de
mesmo nome que toca várias vezes nesse período. Mas, se você pensar
sobre isso, pode parecer estranho que a neve seja branca, já que ela não
passa de um monte de cristais de gelo grudados uns aos outros. Então de
onde vem essa cor característica?

Para entender de onde vem a cor branca, primeiro precisamos ver por
que coisas diferentes têm cores distintas. A luz visível é composta por
várias freqüências diferentes de luz. Nossos olhos detectam freqüências
diferentes como cores distintas. Objetos diferentes têm cores distintas
porque partículas específicas (átomos e moléculas) que formam o objeto
possuem freqüências de vibração diferentes.
Basicamente, os elétrons da partícula irão vibrar em uma certa
freqüência em resposta à energia, dependendo da freqüência da energia.
No caso da energia luminosa, as moléculas e os átomos absorvem uma
determinada quantidade dessa energia dependendo da freqüência da luz, e
depois emitem essa energia absorvida na forma de calor. Isso significa
que alguns objetos absorvem mais determinadas freqüências de luz do que
outros.


Duas coisas diferentes podem acontecer com as freqüências de luz
que não foram absorvidas. Em alguns materiais, quando uma partícula
emite novamente os fótons, eles continuam a passar para a partícula
seguinte. Nesse caso, a luz viaja por todo o material, então ele é
transparente. Na maioria dos materiais sólidos, as partículas emitem
novamente a maior parte dos fótons não absorvidos para fora do material,
então nenhuma luz (ou pouca luz) passa pelo objeto, o que o torna opaco. A cor de um objeto opaco é apenas a combinação da energia luminosa que as partículas do objeto não absorveram.


Então, como a neve é água congelada e todos nós sabemos que a água
congelada é transparente, por que a neve tem uma cor característica?
Para entender isso, precisamos voltar e observar um único cubo de gelo. O
gelo não é transparente, na verdade ele é translúcido.
Isso significa que os fótons de luz não atravessam o material em uma
linha reta – as partículas do material alteram a direção da luz. Isso
acontece porque as distâncias entre alguns átomos na estrutura molecular
do gelo estão próximas do nível dos comprimentos de ondas da luz, o que
significa que os fótons de luz irão interagir com as estruturas. O
resultado é que o caminho do fóton de luz será alterado e ele sai do
gelo por uma direção diferente da que entrou.


A neve é um monte de cristais de gelo colocados ao lado uns dos
outros. Quando um fóton de luz entra em uma camada de neve, ele passa
por um cristal de gelo no topo, que altera um pouco a direção do fóton
de luz e o envia para um outro cristal de gelo, que faz a mesma coisa.
Basicamente, todos os cristais rebatem a luz ao redor para que ela saia
do monte de neve. Acontece a mesma coisa com todas as freqüências de luz
diferentes, então todas as cores de luz são rebatidas para fora. As
“cores” de todas as freqüências no espectro visível combinadas
igualmente se tornam a cor branca, então essa é a cor que vemos na neve,
embora não seja a cor que vemos nos cristais de gelo individuais que a
formam. 

fonte: ciencia.hsw.uol.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here