PRÉ SAL II

0
1230

OLÁ PESSOAL!!!!!
Como estão?
Atenção que as férias estão com os dias contados!
Hoje, sexta feira, chove por demais aqui em SP!
Mas não é da chuva que vou falar hoje.
Vamos ao pré sal?
Já ouviu ou leu sobre a quantidade de casas, ferrovias, estradas que serão feitas com o dinheiro do pré sal?
E a briga entre estados, partidos, pessoas, sobre a quantia destinada?
E quem já viu esse petróleo?
Aliás, como surge ?
Quais as técnicas para retirá-lo?
Qual a sua importância para tanta disputa?
Primeiro: retirá-lo é jogo duro que ninguém sabe como fazer.
Segundo: nào se sabe o tamanho desse pré sal.
Terceiro:não somos autossificientes! Embora o Brasil extraia mais do que consome, não conseguimos refinar todo o óleo pesado!
Historinha do pré sal:
Era uma vez dois enormes continentes: Laurásia e Gondwana.
Com o aumento da atividade tectônica, uma ENORME FENDA separou África e América do Sul, que faziam parte de Gondwana.
Durante milhares de anos, houve terremotos, desmoronamentos, tempestades, vendavais, que traziam enormes quantidades de sedimentos que iam se depositando nessa ENORME FENDA.
Isso virou um imenso lago cheio de bactérias e pequenos crustáceos.Toda essa matéria orgânica era depositada, depois de “mortalmente morta”, junto com areia, argila, conchas,sofrendo a ação da natureza e da decomposição: está aí o petróleo de hoje.( 20 milhões de anos depois,certo?)
Mas a atividade tectônica continuou e as águas do oceano invadiram esse lago formando um mar comprido.Como fazia muito calor, evaporava e chovia… Logo uma camada de sal foi se depositando acima do petróleo em formação.Essa camada de sal atingiu 2 mil metros de profundidade e abaixo dela ficou o petróleo do…. PRÉ SAL!
Ele não é nenhuma Brastemp, mas ainda assim é superior ao pós sal.Esse petróleo é 70% pesado, formado de longas cadeias de carbono. Para que se torne diesel, gasolina, lubrificantes, é necessário que as cadeias sejam quebradas e isso encarece o refinamento.
Já no pré sal ele tem densidade média e mais fácil de refinar.Portanto, mais valioso.
E para extraí-lo?
Não há tecnologia para essa profundidade: imagine que se as sondas conseguirem aguentar a pressão de 400 atm e extrair o óleo, esse sairá de uma temperatura de 150C para 4C ,na lamina de água,nesse resfriamento ele pode coagular entupindo do dutos.Falta a solução química para evitar a formação deses cristais.
Como voce percebe o assunto é mais complexo, muito mais, que as briguinhas de partidos e bravatas de dirigentes políticos.
A eleição já passou. Agora é ficar de olho no desenrolar dos fatos, questionar e cobrar.
o conhecimento tem que reverter em benefício de todos, sempre.
XQUÍMICA EM TOTAL ATENÇÃO!
(foto:http://www.blogintellectus.com.br)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here